Comitê financeiro dos Estados Unidos aprova legalização do Poker online,

O comitê financeiro americano se reuniu na última quarta-feira pela votação do projeto de lei HR 2267, que tem o intuito de legalizar jogos de apostas online.

Varias emendas foram adicionadas à lei original, de Barney Frank, entre elas:

Será proibido que sites operem ilegalmente nos EUA ou que não tenha sua sede em território americano.

A proibição do uso de cartões de créditos. Cartões pré-pagos e de débito serão permitidos.

Um sistema de segurança rigoroso para certificar de que os usuários sejam maiores de 21 anos.

O uso de mecanismo onde os jogadores possam estabelecer limites para perdas.

Uso obrigatório de um gerador randômico de números.

Restringir acesso a jogadores que devam pensão alimentícia.

O projeto agora vai para a House of Representatives (algo parecido com a Câmara de Deputados brasileira). Caso seja aprovado, os próximos passos serão a votação no Senado e, por fim, a aprovação do presidente americano Barack Obama.

A Poker Players Alliance emitiu um comunicado exaltando a aprovação. Sobre a emenda que proíbe sites estrangeiros (a mais polemica das emendas do projeto) John Pappas, diretor executivo da PPA comentou: “Nosso objetivo não é garantir licenças. Queremos assegurar um mercado livre, e que todos os operadores tenham a oportunidade de pedir uma licença”.

Já Alfonse D`Almato, presidente da PPA comentou a aprovação do projeto: ”Estou muito feliz que o comitê financeiro tenha optado por proteger os americanos e garantir as liberdades fundamentais dos adultos e da internet”.

Compartilhe com seus amigos