Especialista nos Mixed Games, Jean Vicente vence 8-Game Mix da WSOP Brazil Rio: “sensação indescritível”

Notícias publicada em 10/10/2018 - 15:13

No cenário nacional, Jean Vicente pode não ser dos nomes mais conhecidos, mas quem acompanha o poker em Brasília (DF) sabe que o profissional é um jogador cheio de conhecimento nos Mixed Games. Na WSOP Brazil Rio, Jean provou essa habilidade ao passar por um field cheio de grandes nomes para ficar com o título do 8-Game Mix e faturar o prêmio principal de R$ 21 mil, além de levar o anel de campeão do circuito.

“É uma sensação indescritível, que pouquíssimos jogadores terão o prazer de sentí-la”, comemorou. “Então estou muito feliz, acho que a etapa aqui no Brasil só veio a coroar o desempenho dos brasileiros, haja visto que os jogadores brasileiros estão fazendo bonito no online. Aqui também acho que o field está bom, atrai públicos de todos os países. Realmente o poker como esporte é algo que fascina e nos deixa muito felizes.”

O campeão exaltou o complicado field que precisou superar e falou sobre a experiência nas modalidades menos populares. “De onde eu venho, a Federação Brasiliense de Poker, sou tetracampeão dessa modalidade, então esse trabalho lá foi forjando minhas habilidades no 8-Game”, explicou. “Jogar aqui contra [Rodrigo] Garrido, [Rodrigo] Zidane, só monstros do jogo, então é muito bom jogar de igual para igual com Mojave, Akkari, Decano, enfim, é bom demais jogar ao lado deles e se sentir bem.”

Apesar do belo prêmio, considerando que os torneios de 8-Game costumam receber fields menores, valeu mesmo a conquista do anel que coloca o jogador no grupo de brasileiros campeões do circuito. “O prêmio em si é algo que passa batido frente à joia que você conquista ou algo que realmente representa quando você coloca um anel desses”, contou Jean. “O dinheiro nem faz diferença, o anel é para toda a vida e nos projeta para algo muito maior do que a gente imagina.”

Tendo o 2-7 Triple Draw como sua modalidade favorita e o No Limit Hold’em como a menos preferida, ele explicou porque decidiu se aventurar nos Mixed Games. “Eu tive o prazer de visitar Vegas nos últimos 10 anos, jogar grandes torneios, e sempre vi jogadores de classe mundial jogando todas as modalidades. Percebi que isso melhorava o skill de leitura dos outros adversários, então eu me espelhei nos grandes jogadores que jogam essas modalidades. Acho que a maioria não sabe, mas os jogos mais caros do mundo são jogados em 10 modalidades, então quando você se prepara, dedica e estuda, fica mais completo e tem um jogo mais prazeroso.”

Confira a classificação final

1 – Jean Vicente – R$ 21.000
2 – Hilary Samy – R$ 13.000
3 – Rodrigo Zidane – R$ 8.854
4 – Ricardo Sarpa – R$ 6.000
5 – Hudson Corteletti – R$ 4.400
6 – Diogo Antunes – R$ 3.400

Compartilhe com seus amigos


 

Mais Notícias Campeão do Super High Roller do Caribbean Poker Party receberá mais de US$ 3,6 milhões
Caribbean Poker Party mais de US$ 20 milhões garantidos
DaviAugusto é vice-campeão do Bounty Hunter High Roller Fast do partypoker
Dan Smith e Maria Ho anunciam que irão doar parte do lucro nas Bahamas
Felipe Mojave foi o melhor brasileiro no Caribbean Poker Party 2017; relembre o desempenho
partypoker vence prêmio “Operador de Poker do Ano” pelo segundo ano consecutivo