Curso de Texas Holdem

Quando alguém dá raise – Se o pote for aumentado antes de sua vez, você deverá aumentá-lo significativamente nas mãos em que você irá jogar. Os jogadores sabidos, na “later position” sempre irão aumentar o pote se tiverem alguma coisa e ninguém tiver ido ao jogo exceto os blinds. Mas se um jogador der raise numa “early position”, dê-lhe o crédito de uma boa mão e só jogue se tiver algo muito forte em suas mãos.

Recorde sempre que você necessita de uma mão mais forte para pagar um determinado raise do que para tomar a iniciativa de dar um raise. Isto porque se você dá raise, seus oponentes podem dar fold, permitindo que você ganhe os bets dos blinds. Se, entretanto, você tiver uma mão que considere muito mais forte, pode dar call para poder ganhar mais ao final. O call que confia no futuro da queda das cartas é quase sempre uma má jogada.

Quando alguém dá raise depois que você deu call
– Quando um oponente dá raise depois que você deu call, você está bastante envolvido para pagar o raise, ver o Flop e então se decidir no que fazer durante o restante da mão. Entretanto se depois de pagar, um terceiro oponente der reraise, você deve dar fold a menos que sua mão seja extremamente forte.

Suponha que você pagou com uma mão 10h 9h. Apenas porque esta mão pode ser jogada em um jogo barato não significa que você deverá continuar. A maneira ideal de jogar mãos “especulativas” tais como esta, dependerá de sua posição, sempre a mais tardia possível, com um grande número de oponentes e num pote que não tenha sido aumentado por nenhum outro. Neste caso específico, vale a pena um tiro. E terá que estar pronto para dar fold se o Flop for desfavorável.

Quando se deve dar raise? Hold’em é um jogo que requer tanto agressividade quanto seletividade.
Você não pode ganhar no longo prazo jogando de forma passiva, sempre preferindo pagar mãos. Precisa dar raises. Eis aqui algumas mãos onde se pode tomar tal atitude:

Você sempre pode examinar a alternativa de um raise com um par de Ases, de Reis, de Damas, de Valetes ou de Dez. Se algum oponente der um raise antes da sua vez e você tiver um par de Ases, de Reis ou de Damas, vá adiante e dê reraise. Você começou provavelmente com a melhor mão, dando reraise você a protege, diminuindo o número de adversários, assim minimizando as possibilidades de alguém dar uma sorte no Flop. Tal postura também valerá para cartas tais como: As e Rei, Dama ou Valete do mesmo naipe, ou ainda um Rei e Dama do mesmo naipe. Também merecem raises As e Rei ou Dama de naipes diferentes
Se você estiver numa “late position” e ninguém pagar os Blinds, poderá dar raise com qualquer par, um As com qualquer Kicker, e ainda com um Rei e Dama, Valete ou 10. Quando você dá raise nesta situação, está esperando realmente que os Blinds – que são, apesar de tudo, as mãos aleatórias – desistam. Mas mesmo se vierem a jogar, as mãos indicadas devem ser ganhadoras se nenhum dos Blinds derem reraise.

Jogando o Flop – Determinados momentos são verdadeiros instantes de definição na cristalização do tempo. Ficam congelados para sempre na memória e jamais serão esquecidos. Como Armstrong andando na lua e o primeiro sucesso na escola primária, a forma mágica destes momentos é a maneira pela qual percebe e avalia o mundo em torno de você.

Hold’em tem também seu momento de definição. E é o Flop.
Ao contrário do Seven Stud Cards, em que as cartas que seguem as suas três iniciais são parceladas uma a uma com os círculos de apostas em cada uma delas, quando você vê o Flop no Hold’em está olhando para cinco sétimos de toda a sua mão. Setenta e um por cento de sua mão, sendo que o custo de permanecer será o de uma única rodada de apostas. As implicações deste evento precisam ficar sempre muito claras: se o Flop não contiver sua mão, desfaça-se dela. Jogar “esperanças” depois do Flop é uma maneira certa de perder seu dinheiro. Após o Flop, a relação entre apostas e cartas é invertida. Durante o Turn e o River você estará envolvido num desafio cujo custo é de 83% do custo potencial de uma mão e dependendo de apenas 29% de cartas restantes para fechar algum jogo.

Ou o Flop contém sua mão ou desista – Este é o conceito! Esta opção se baseia em três alternativas: O Flop efetivamente melhora sua mão; o Flop lhe oferece possibilidade de quedas que se transformarão em grandes jogos; ou o Flop lhe dá um dos grandes pares, tais como Ases, Reis, Damas ou Valetes. Se nenhuma destas condições acontecer, desista da mão. E faça isso agora!

Flops que são o sonho de um jogador
Da mesma forma que você desiste na maioria das vezes por causa de um Flop que não contém sua mão, existem raros momentos em que o Flop contém de forma plena sua mão, transformando-a num streight flush, num four, num full house de Ases ou mesmo num maior flush possível.

Sua primeira ordem neste business será examinar a natureza do Flop e que outras possibilidades ele está oferecendo a seus oponentes. Neste caso, se você já aumentou no pré Flop, ficará mais fácil examinar quem tem jogo, ou mesmo uma forte possibilidade de queda depois do Flop. Em caso contrário deverá examinar em função de sua posição na mesa se será melhor apostar ou dar call. Isto também vai depender das características dos oponentes que estejam jogando com você: se cuidadosos, agressivos ou mais para bailarinos esperançosos.

Será sempre importante você “ler” se algum jogador conseguiu fazer um jogo que será o segundo melhor depois do seu.

Compartilhe com seus amigos